top of page

Dia Mundial do Malbec

Atualizado: 20 de abr.

O Dia Mundial do Malbec é uma celebração anual que homenageia uma das uvas tintas mais distintas e apreciadas do mundo. Esta data especial, marcada em 17 de abril, destaca a riqueza de sabores e aromas desta uva e lembra-nos sobre sua fascinante história.

Origem da Data

O Dia Mundial do Malbec foi estabelecido em 2011 pela Organização Mundial do Turismo (OMT) e pela Corporação Vitivinícola Argentina (Wines of Argentina), com o objetivo de promover esta variedade vinífera excepcional e os vinhos que dela derivam. A escolha da data, 17 de abril, é uma homenagem ao presidente argentino Domingo Faustino Sarmiento, que em 1853 buscou transformar a indústria vinícola argentina ao trazer várias cepas francesas, incluindo o Malbec, para o país. Sarmiento é lembrado como um visionário que viu o potencial das terras argentinas para a viticultura.

A Uva Malbec: Sua Importância e História

A estrela do Dia Mundial do Malbec é, é claro, a própria uva Malbec. Originalmente da região de Cahors, no sudoeste da França, esta uva ganhou fama mundial quando foi levada para a Argentina no século XIX. A mudança para a América do Sul foi um divisor de águas para o Malbec, pois as condições climáticas e geológicas únicas do terroir argentino provaram ser ideais para seu cultivo.

Origens na França

Na França, a uva Malbec, conhecida localmente como "Côt" ou "Auxerrois", sempre foi valorizada por sua cor profunda e rica, seus taninos suaves e sua capacidade de adicionar corpo e estrutura aos cortes de vinho. Originária de Cahors, uma pequena cidade ao sul de Bordeaux, esta uva prosperou ao longo dos séculos nas margens do rio Lot, onde produz vinhos intensamente escuros e encorpados, muitas vezes chamados de "vinhos negros de Cahors". No entanto, com o tempo, a popularidade do Malbec na França diminuiu, em parte devido à sua sensibilidade ao clima e às pragas.

A Revolução Argentina

Foi na Argentina que o Malbec encontrou seu renascimento e uma nova identidade. Com sua mudança para a região de Mendoza e outras partes do país, a Malbec se adaptou esplendidamente ao clima seco, ensolarado e às altitudes variadas. As oscilações de temperatura entre o dia e a noite nas regiões vinícolas argentinas ajudam a manter a acidez da uva, enquanto os solos aluviais e pedregosos fornecem os nutrientes necessários para seu desenvolvimento ideal.

A Argentina logo se tornou sinônimo de Malbec de alta qualidade. Os vinhos Malbec argentinos são conhecidos por sua cor púrpura profunda, aromas sedutores de frutas escuras, como ameixa e cereja, notas terrosas e taninos macios que conferem uma textura suave. Esses vinhos expressivos e acessíveis conquistaram o coração de enófilos ao redor do mundo.

Hoje, o Malbec é mais do que uma simples uva; é um embaixador da viticultura argentina. A versatilidade do Malbec permite que os enólogos o utilizem em variados estilos de vinho, desde vinhos tintos de guarda até exemplares jovens e frescos. E, enquanto a Argentina continua sendo seu lar espiritual, o Malbec também encontrou sucesso em outras regiões vinícolas do mundo, como Chile, Estados Unidos, Austrália e até mesmo no sul da França, onde seu cultivo está vendo um renascimento.



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page